Endereço

Rua S-6, Qd. S-4, lt. 11, nº 146,
1° andar (Próx. ao Pq. Areião). Setor Bela Vista

Ligue

(62) 3089-0978
(62) 98660-0978

Saiba tudo sobre a Osteoporose

tudo-sobre-osteoporose
Índice

A Osteoporose é uma doença metabólica do tecido ósseo, caracterizada por perda gradual de massa que enfraquece os ossos por deterioração da microarquitetura tecidual e que tem como consequência a diminuição da quantidade óssea, tornando-os frágeis e suscetíveis às fraturas. Muitas vezes, nos estágios iniciais da Osteoporose, a perda de massa óssea não causa sintomas, por isso pessoas dentro dos grupos de risco precisam consultar um médico ortopedista regularmente.

Quais são os fatores de risco para desenvolver osteoporose?

Vários fatores de risco estão associados à Osteopenia e, consequentemente, com a Osteoporose. São eles ser do gênero feminino, ter 65 anos ou mais, histórico prévio de fratura, imobilização prolongada, baixo peso, hereditariedade caucasiana, baixa ingestão de cálcio, estado menstrual (menopausa precoce, menarca tardia ou amenorreias), doenças endócrinas, fatores genéticos e os mais evitáveis: fatores ambientais (consumo abusivo de álcool, cafeína, tabagismo e drogas).

Como é possível diagnosticar a doença?

Através da Densidade Mineral Óssea (DMO), a Organização Mundial da Saúde (OMS) tem critérios para diagnóstico da doença, tendo como comparação os valores de referência de alguém do mesmo gênero, no pico de massa óssea (entre 25 e 35 anos):

– Normal: valores entre zero e -1 dentro da normalidade de referência

– Osteopenia: valores entre -1 e -2,5 com desvios padrão de referência com a normalidade

– Osteoporose: valores abaixo de -2,5 com desvios padrão de referência com a normalidade

– Osteoporose estabelecida: valores abaixo de – 2,5 com desvios padrão e presença de uma ou mais fraturas por fragilidade óssea.

Quais as opções de tratamento?

Medicamentos específicos podem aumentar a absorção do cálcio e sua deposição nos ossos, suplementação de cálcio e vitamina D. Na Osteoporose instalada é importante que sejam adotadas medidas simples para se evitar quedas como retirar tapetes, disposição adequada de móveis e evitar o uso indiscriminado de tranquilizantes.

Outro fator importante na terapia da Osteoporose é a introdução de exercícios adequados e a exposição ao sol como terapia adjuvante. Não se deve proibir o portador de osteoporose de andar, caminhar ou tomar sol pelo medo da fratura, mas adequar sua vida e reduzir seus riscos.

Compartilhar Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Post Relacionados

Lesão no joelho? É possível tratamento sem cirurgia

Com frequência recebemos no consultório pacientes com lesão do Ligamento Cruzado Anterior (LCA). As causas…

Antes do exercício físico consulte um ortopedista

A busca por uma vida mais saudável, que combine alimentação equilibrada e atividade física regular,…

Buscando Ortopedia Especializada?

Temos um time de especialistas para cuidar de você!

ortopedia-clinica-goiania-coe